Logomarca

A logomarca da RCC é obrigatória em todo objeto de divulgação (arte, vídeos etc) de um Grupo de Oração, setor, forania ou qualquer outra instância do movimento, segundo definição do Manual de Identidade Visual da RCC Brasil. A menor instância possível a ser usada na logomarca é a da Arquidiocese à qual o movimento pertence. Ou seja, se o Grupo de Oração faz uma arte ou vídeo ou outro objeto de divulgação, deve usar obrigatoriamente uma das logos abaixo, com a instância “Arquidiocese de Juiz de Fora”, o que traduz o entendimento de que aquele Grupo pertence à RCC da Igreja Local “Arquidiocese de Juiz de Fora”. Não é permitido alterar a descrição da linha da instância da logo, com nomes da cidade ou do Grupo de Oração. Têm mais dúvidas? Role para o fim da página para mais informações ou entre em contato com o Ministério de Comunicação Social. Boa divulgação!


Baixe aqui a logomarca padrão da RCC

Clique na imagem de sua preferência. Ela será aberta em uma nova guia em tamanho real. É só você salvar em seu dispositivo ou computador*.

*Clique com o botão direito (computador) ou aperte e segure (celular) para salvar.


Baixar o pacote com todas as logos

Clique abaixo para baixar o pacote (ZIP/RAR) com todas as logos. É preciso descomprimir a pasta ZIP ou RAR em seu computador.

PNG: logos em imagem sem fundo, ideal para aplicação (recomendado). JPG: logos em formato de imagem, porém com fundo branco. PSD: logos em Photoshop. CDR: logos em CorelDraw.


Dúvidas

POR QUE USAR A LOGO DA RCC

A Identidade Visual de uma organização é um de seus principais patrimônios. É por meio dela que uma instituição transmite visualmente seus valores e torna-se visível e reconhecida pelo público. A marca bem implantada e unificada gera o fortalecimento da identidade. Ou seja, quando alguém vê sua divulgação, saberá que é da RCC. Ela carregará toda a credibilidade e história do movimento.

QUAL O SIGNIFICADO DO SÍMBOLO DA NOSSA LOGOMARCA?

Todos os elementos com cores, formas e texturas que acompanham a marca fazem parte da identidade visual da instituição. Uma logomarca é formada pelo “símbolo” (geralmente uma imagem) e pelo “logotipo” (a escrita). O símbolo da marca da RCC possui três figuras com significados diferentes que através de uma composição única, representam graficamente o Movimento: a cruz, a pomba e a chama verde e amarela. A cruz recorda o sinal da salvação, força e sabedoria de Deus. A Pomba retrata a experiência do Batismo no Espírito Santo e a prática dos carismas. E a chama, representada por faixas verde e amarela, diz respeito à língua de fogo de Pentecostes, que se espalha pelo Brasil.

NO LOGOTIPO, POSSO UTILIZAR QUALQUER INSTÂNCIA, INCLUSIVE DO MEU GRUPO?

Não. A logomarca da RCC pode ser aplicada com os nomes de diversas instâncias da RCC, como
nacional, estaduais e diocesanas, utilizando sempre o mesmo símbolo. Não é permitido utilizar uma instância menor, como em um Grupo de Oração, forania, regional ou até mesmo cidade. Por exemplo, se abaixo da “Renovação Carismática Católica”, no campo da instância, estiver “Juiz de Fora”, está incorreto. O certo é “Arquidiocese de Juiz de Fora”.

MAS, ENTÃO, ONDE COLOCO O NOME DO MEU GRUPO?

O nome do Grupo de Oração pode vir ao lado da logo da RCC, também como uma assinatura, ou ainda no título ou subtítulo, ou em outro local da divulgação, mas nunca na instância da logomarca. Alguns grupos possuem uma logomarca própria. Ela pode ser utilizada, sim, desde que sempre esteja acompanhada da logomarca da RCC arquidiocesana.

MEU GRUPO DE ORAÇÃO É DE OUTRA CIDADE. QUAL LOGOMARCA UTILIZO?

A mesma, com os dizeres “Arquidiocese de Juiz de Fora”. É incorreto utilizar a instância “nome de cidade” na logomarca, como se a RCC representasse a cidade. Por exemplo: abaixo de “Renovação Carismática Católica”, vier “Matias Barbosa”. O correto é utilizar unicamente a instância da Arquidiocese à qual a cidade e o grupo pertencem. O nome da cidade pode vir em outro local da divulgação, assim como o nome do Grupo de Oração.

O EVENTO TEM RELAÇÃO COM UM MINISTÉRIO ESPECÍFICO. POSSO UTILIZAR O NOME DO MINISTÉRIO DA “INSTÂNCIA”? É POSSÍVEL UTILIZAR LOGOMARCAS PRÓPRIAS DE CADA MINISTÉRIO?

Não. É incorreto utilizar o nome do Ministério do local destinado à “instância”. O mesmo vale para aquelas logomarcas próprias de cada ministérios. Alguns possuíam logomarcas próprias, mas elas não são mais apropriadas. Portanto, a regra é a mesma para os casos de nome de Grupo ou cidade: é preciso colocar o nome do Ministério em outro local da divulgação. E sempre constar, no objeto da divulgação, a logomarca com a instância da Arquidiocese.

QUER ESCLARECER MAIS DÚVIDAS E VER ALGUNS EXEMPLOS? ACESSE O MANUAL DE ORIENTAÇÃO COMPLETO.


Ainda ficou com dúvidas? Entre em contato com o Ministério de Comunicação Social da RCC Arquidiocese de Juiz de Fora!